Sistema de aquaponia, criado pela Prefeitura de Feira e UEFS, recebe primeiros alevinos

Foto: Abnner Kaique

O tanque do sistema de aquaponia – que integra a criação de peixes em cativeiro com a produção de hortaliças, recebeu cerca de 200 alevinos de tilápia, doados pela Bahia Pesca. A expectativa é que dentro de dez meses, atinjam ponto de abate.

O sistema, que está em fase de aprimoramento, será alternativa para a produção de proteína animal e de verduras e legumes para famílias de baixa renda, que moram na zona rural e que apresentem aptidão para este tipo de produção.

Foi desenvolvido em parceria pela Prefeitura de Feira de Santana, por meio da Secretaria de Agricultura, e a UEFS (Universidade Estadual de Feira de Santana), através da Pró-reitoria de Extensão.

Os peixes serão alimentados, inicialmente com ração, e a água do tanque que tem capacidade para mil litros, misturada com excrementos será bombeada para os canteiros suspensos.

No espaço a água será filtrada, a parte sólida vira adubo e retorna para o tanque, no sistema simples de realimentação.

O secretário de Agricultura, Joedilson Freitas, diz que dentro de mais alguns meses as famílias que participarão do projeto serão escolhidas, tendo como base a aptidão para este tipo de produção. “Vamos ser criteriosos nesta escolha”.

Ele afirma que o projeto, por ser de baixo custo e de operacionalidade fácil, vai beneficiar os pequenos produtores rurais. “Como vão se dedicar à atividades, terão alimentos e renda extra com a venda do excedente”.

O professor Gilberto Gonçalves, do curso de agronomia, disse que os peixinhos ficarão confinados numa gaiola, colocada no tanque, nos próximos dias, como medida para facilitar e potencializar a alimentação, bem como a adaptação.

Na parceria, o Governo do prefeito Colbert Martins Filho entra com os equipamentos e a UEFS com os conhecimentos necessários para a implantação do projeto. “Dentro de dez meses as tilápias atingirão peso de até um quilo”, diz o professor.

Fonte: Secom